Olá Usuário/Convidado, é um prazer tê-lo no fórum, Cadastre-se ou faça Login Utilizando o Facebook, aqui é um fórum de diversidades, espero que goste. Abraço.

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972)

Ir à página : 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 2]

1 Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Sex Abr 04, 2014 12:22 am

Renato Luiz

avatar
Solaris

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

DOWNLOAD:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ou qualquer outro aqui: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Legenda:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] (desmarque o Download manager)

Título Original: Solaris
Ano de Lançamento: 1972
Origem: União Soviética
Direção: Andrei Tarkovsky
Roteiro: Stanislaw Lem (romance), Fridrikh Gorenshtein, Andrei Tarkovsky
Gênero: Ficção Científica/Drama
Classificação Indicativa:
Duração: 165 minutos
Sinopse: Solaris é um planeta distante, que vem sendo constantemente estudado há décadas, e cujo mistério sobre seu oceano ainda não foi esclarecido, nem seus efeitos. Por falta de interesse e resultados, a solarística está morrendo; aliado a isto, os membros na estação espacial que orbita o planeta estão sendo afetados pelo oceano. Por conta disto, o psicólogo Kelvin - conhecido de um dos doutores da solarística e amigo de um dos tripulantes - é mandado para a estação para averiguar a situação. Lá, ele percebe aos poucos que Solaris é, mais que um planeta, um espelho da alma.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Elenco:
Anatoli Solonitsyn - Dr. Sartorius
Tatyana Malykh -
Olga Kizilova - Convidada de Gibarian
Olga Barnet - Mãe de Kelvin
Nikolai Grinko - Pai de Kelvin
Vladislav Dvorzhetsky - Henri Berton
Jüri Järvet - Dr. Snaut
Donatas Banionis - Kris Kelvin
Natalya Bondarchuk - Hari
Sos Sargsyan - Dr. Gibarian

Prêmios e indicações:

Festival de Cannes 1972
- Grand Prix Spécial du Jury
Indicado a Palma de Ouro

http://egocerebral.blogspot.com

2 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Sex Abr 04, 2014 8:00 am

@StreetPreachers

avatar
Alien Já ouvi falar deste.

https://www.skoob.com.br/usuario/3850039

3 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Sex Abr 04, 2014 8:40 am

Gabo

avatar
Parece bom, verei amanhã  IronicNice 

4 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Sex Abr 04, 2014 10:29 am

Shauca

avatar
Já assisti a versão de 2002, com o George Clooney... Este de 1972 irei conferir agora, graças ao TA... Espero gostar ainda mais do que o de 2002

BAIXANDO...1972

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

POSTAREI AS OPÇÕES DE TORRENT E LEGENDA QUE USAREI, PARA DAR MAIS UMA OPÇÃO...

FILME >>> [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

LEGENDA >>> [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

5 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Sex Abr 04, 2014 11:56 am

Renato Luiz

avatar
Estou querendo indicar este há muito tempo, desde as primeiras edições do TA  Yoda 

Pra mim é a maior obra de ficção científica do cinema, ao lado de 2001: Uma Odisseia no Espaço. Inclusive é considerado a ''resposta soviética'' ao 2001 do Kubrick  Sinister  Guerra Fria até no cinema.

E também segue o mesmo estilo de ficção existencialista...  Think  enfim, espero que gostem. Apesar de que pode ser cansativo por ser muito longo e complexo, requer paciência e sensibilidade para interpretar e decifrar seus significados.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

http://egocerebral.blogspot.com

6 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Sex Abr 04, 2014 2:44 pm

Shauca

avatar
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Spoiler:

Um dos filmes mais filosóficos que já assisti... Por isso mesmo, seu desenrolar é bem lento e um pouco cansativo às vezes... Mas tem que ser, pq trata-se de um filme altamente subjetivo, sobre o "eu" do ser humano, no caso refletido nos personagens do filme... Associei o Oceano de Solaris ao Monolito de 2001 (Shauca é assim mesmo)...Com relação a versão de 2002, esta de 1972 me pareceu mais completa, mais densa, já que a de 2002 também tem todo o lado filosófico e poético, só que em um roteiro mais sintético...É um excepcional filme, que requer bastante atenção e reflexão...  
9,5

Valeu Renato, grande indicação...  Notbad

7 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Sex Abr 04, 2014 3:42 pm

Lucas!

avatar
Esse eu verei também!
\/

8 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Sab Abr 05, 2014 6:29 pm

Ana

avatar
Não tem legenda em português?

9 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Sab Abr 05, 2014 7:08 pm

Shauca

avatar
WhiteStripes escreveu:Não tem legenda em português?
qual torrent vc baixou aninha?

Eu utilizei estes...

FILME >>> [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

LEGENDA >>> [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Se vc já baixou o filme, posta aqui o link completo dele que eu procuro uma legenda pra vc...

10 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Sab Abr 05, 2014 7:31 pm

Ana

avatar
ShaucaMovie escreveu:
WhiteStripes escreveu:Não tem legenda em português?
qual torrent vc baixou aninha?

Eu utilizei estes...

FILME >>> [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

LEGENDA >>> [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Se vc já baixou o filme, posta aqui o link completo dele que eu procuro uma legenda pra vc...
Baixei a que o Renato postou.
E baixei três legendas, a do renato, a sua e uma outra, só que estão todas em inglês.

11 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Sab Abr 05, 2014 7:38 pm

Renato Luiz

avatar
WhiteStripes escreveu:
ShaucaMovie escreveu:
WhiteStripes escreveu:Não tem legenda em português?
qual torrent vc baixou aninha?

Eu utilizei estes...

FILME >>> [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

LEGENDA >>> [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Se vc já baixou o filme, posta aqui o link completo dele que eu procuro uma legenda pra vc...
Baixei a que o Renato postou.
E baixei três legendas, a do renato, a sua e uma outra, só que estão todas em inglês.

Tenta botão direito, legendas, e clica ''Indeterminado''

http://egocerebral.blogspot.com

12 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Sab Abr 05, 2014 7:42 pm

Shauca

avatar
WhiteStripes escreveu:
ShaucaMovie escreveu:
WhiteStripes escreveu:Não tem legenda em português?
qual torrent vc baixou aninha?

Eu utilizei estes...

FILME >>> [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

LEGENDA >>> [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Se vc já baixou o filme, posta aqui o link completo dele que eu procuro uma legenda pra vc...
Baixei a que o Renato postou.
E baixei três legendas, a do renato, a sua e uma outra, só que estão todas em inglês.
A que eu postei é Português-BR com certeza Aninha... Não sei o que pode estar acontecendo... Seria algum problema de idioma no player que vc está usando?  Think 

13 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Sab Abr 05, 2014 7:52 pm

Ana

avatar
ShaucaMovie escreveu:
WhiteStripes escreveu:
ShaucaMovie escreveu:
WhiteStripes escreveu:Não tem legenda em português?
qual torrent vc baixou aninha?

Eu utilizei estes...

FILME >>> [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

LEGENDA >>> [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Se vc já baixou o filme, posta aqui o link completo dele que eu procuro uma legenda pra vc...
Baixei a que o Renato postou.
E baixei três legendas, a do renato, a sua e uma outra, só que estão todas em inglês.
A que eu postei é Português-BR com certeza Aninha... Não sei o que pode estar acontecendo... Seria algum problema de idioma no player que vc está usando?  Think 
Nem sei, vou apagar e baixar de novo HUASHUSAHSAHUSAHUSAHSA Foda-se 

14 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Sab Abr 05, 2014 7:58 pm

Gabo

avatar
Tente abrir as legendas no bloco de notas pra ver se conferem  Think 

15 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Seg Abr 07, 2014 10:58 am

@StreetPreachers

avatar
Fiquei sem internet no fim de semana.

https://www.skoob.com.br/usuario/3850039

16 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Seg Abr 07, 2014 5:18 pm

Shauca

avatar
@StreetPítchis escreveu:Fiquei sem internet no fim de semana.
Espero que agora esteja tudo nos conformes, Milady...  ^^ 

17 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Seg Abr 07, 2014 5:19 pm

Shauca

avatar
Será que Aninha conseguiu resolver os pipocos com relação às legendas??  Think 

18 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Ter Abr 08, 2014 11:25 pm

@StreetPreachers

avatar
ShaucaMovie escreveu:
@StreetPítchis escreveu:Fiquei sem internet no fim de semana.
Espero que agora esteja tudo nos conformes, Milady...  ^^ 
Fiquei de novo  cry 

https://www.skoob.com.br/usuario/3850039

19 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Qua Abr 09, 2014 12:55 pm

Ana

avatar
7,5

20 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Qua Abr 09, 2014 1:05 pm

Shauca

avatar
WhiteStripes escreveu:7,5
Já detectei uma característica da TAninha... Para arrancar um 10 dela tem que suar a camisa... ahushauhsuahsuhauhsuahushuahsuahsuahsu

Gosto disso!!   *u*    Um TAbbit exigente é tudo de bom... :awesome

Se a minha indicação conseguir um 8 já farei a festa... auhshuahsuhauhsuahsuhaushauhsuahs

21 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Dom Abr 27, 2014 2:32 pm

Gabo

avatar
Pqp, que filme  bro 

22 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Dom Abr 27, 2014 3:01 pm

Shauca

avatar
Gabo escreveu:Pqp, que filme  bro 
Traduzindo em números ... 10 para Gabo!  ^^ 

23 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Seg Abr 28, 2014 6:13 pm

Gabo

avatar
Spoiler:
Bom, pra começar esse é um filme bastante complexo, portanto não sei se entendi exatamente o que o diretor quis passar  Think mas tenho algumas interpretações, então vou me basear nelas para descrever minhas opiniões...

Me parece que esse filme é bastante comparado com 2001, que eu não assisti, assim como não lembro de ter visto nenhum filme com essa temática desta época... porém já vi a maior parte dos episódios do Star Trek clássico, isso serviu como base e também percebi algo interessante: quando o homem começou a explorar o espaço, creio que não demorou muito para se imaginar explorando outras galáxias e planetas, e fazendo contato com seres extraterrestres. Quando isso foi transposto para a ficção foram geradas inúmeras possibilidades, tornando o gênero fascinante ( Nerd )... realmente uma das coisas que eu mais gosto no Star Trek é essa diversidade de situações, são encontrados planetas com condições semelhantes à terra, alguns habitantes são humanóides e primitivos, outros tem poderes tão incríveis que podem ser considerados deuses, e por aí vai. O filme segue essa mesma ideia, onde é proposto um planeta com habitantes desconhecidos, mas sabe-se que existe ao menos um e com poderes elevados.

Pois bem, eu acredito que o que existia em Solaris era uma espécie de deus, e que na época de exploração da nave, ainda estava criando o planeta em questão. Se comparar com o Deus bíblico, no início do livro do gênesis é dito:

1 No princípio Deus criou os céus e a terra.
2 Era a terra sem forma e vazia; trevas co­briam a face do abismo, e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
3 Disse Deus: "Haja luz", e houve luz.
4 Deus viu que a luz era boa, e separou a luz das trevas.
5 Deus chamou à luz dia, e às trevas cha­mou noite. Passaram-se a tarde ­e a manhã; esse foi o primeiro dia.
6 Depois disse Deus: "Haja entre as águas um firmamento que separe águas de águas".
7 En­tão Deus fez o firmamento e separou as águas que ficaram abaixo do firmamento das que ficaram por cima. E assim foi.
8 Ao firma­mento, Deus chamou céu. Passaram-se a tarde e a manhã; esse foi o segundo dia.

Esse cenário é bem semelhante ao mostrado no filme, além de que o ser de Solaris poderia muito bem ser apenas um espírito, já que não aparece em forma física, mas é capaz de ler consciências e saber o que está se passando em lugares que aparentemente não está presente. O que parece ter acontecido é que a nave chegou no meio do processo de criação, e o tal deus, surpreendido pela novidade, buscou nos tripulantes uma forma de inspiração para "incrementar" o seu planeta. Ainda há o fato do cara relatar que viu uma criança gigante de 4 metros de altura  papaco2 aparentemente esse seria um protótipo do ser humano a ser criado...

E aí entra no que é, ao meu ver, o ponto mais interessante do filme. Eu já havia visto em alguns filmes a possibilidade de considerar andróides como algo equivalente ao ser humano, tendo alma e sentimentos próprios (e a segunda geração do Star Trek tem episódios fantásticos com esse tema), mas o que se tem aqui é ainda mais complexo: uma mulher criada a partir de uma imagem da mente por um ser desconhecido (mas que se mostra imperfeito, isso é evidente pela tentativa frustrada de reproduzir um pedaço da terra, mostrada ao fim do filme)... ela poderia realmente ser considerada uma vida? ou defendê-la seria ir contra a lógica, agindo apenas pelos sentimentos causados pela semelhança com um amor passado e impossível de retornar?

Outro ponto forte é o tom de romance trágico que o filme termina... pelo que pude entender, o protagonista decide esperar no planeta a volta da imagem de sua amada, tendo uma angústia tripla pois não se tem ideia se ela é real, nem sabe se ela pode mesmo voltar algum dia e ainda tem que viver em um mundo incompleto e cheio de falhas... isso que é amor  bro

Com tudo isso, e provavelmente outros aspectos mais que a minha mente leiga não pôde notar, somado à tensão proporcionada, os diálogos sutis e uma bela fotografia, minha nota só pode ser 10.

24 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Seg Abr 28, 2014 9:31 pm

Shauca

avatar
Gabo escreveu:
Spoiler:
Bom, pra começar esse é um filme bastante complexo, portanto não sei se entendi exatamente o que o diretor quis passar  Think mas tenho algumas interpretações, então vou me basear nelas para descrever minhas opiniões...

Me parece que esse filme é bastante comparado com 2001, que eu não assisti, assim como não lembro de ter visto nenhum filme com essa temática desta época... porém já vi a maior parte dos episódios do Star Trek clássico, isso serviu como base e também percebi algo interessante: quando o homem começou a explorar o espaço, creio que não demorou muito para se imaginar explorando outras galáxias e planetas, e fazendo contato com seres extraterrestres. Quando isso foi transposto para a ficção foram geradas inúmeras possibilidades, tornando o gênero fascinante ( Nerd )... realmente uma das coisas que eu mais gosto no Star Trek é essa diversidade de situações, são encontrados planetas com condições semelhantes à terra, alguns habitantes são humanóides e primitivos, outros tem poderes tão incríveis que podem ser considerados deuses, e por aí vai. O filme segue essa mesma ideia, onde é proposto um planeta com habitantes desconhecidos, mas sabe-se que existe ao menos um e com poderes elevados.

Pois bem, eu acredito que o que existia em Solaris era uma espécie de deus, e que na época de exploração da nave, ainda estava criando o planeta em questão. Se comparar com o Deus bíblico, no início do livro do gênesis é dito:

1 No princípio Deus criou os céus e a terra.
2 Era a terra sem forma e vazia; trevas co­briam a face do abismo, e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
3 Disse Deus: "Haja luz", e houve luz.
4 Deus viu que a luz era boa, e separou a luz das trevas.
5 Deus chamou à luz dia, e às trevas cha­mou noite. Passaram-se a tarde ­e a manhã; esse foi o primeiro dia.
6 Depois disse Deus: "Haja entre as águas um firmamento que separe águas de águas".
7 En­tão Deus fez o firmamento e separou as águas que ficaram abaixo do firmamento das que ficaram por cima. E assim foi.
8 Ao firma­mento, Deus chamou céu. Passaram-se a tarde e a manhã; esse foi o segundo dia.

Esse cenário é bem semelhante ao mostrado no filme, além de que o ser de Solaris poderia muito bem ser apenas um espírito, já que não aparece em forma física, mas é capaz de ler consciências e saber o que está se passando em lugares que aparentemente não está presente. O que parece ter acontecido é que a nave chegou no meio do processo de criação, e o tal deus, surpreendido pela novidade, buscou nos tripulantes uma forma de inspiração para "incrementar" o seu planeta. Ainda há o fato do cara relatar que viu uma criança gigante de 4 metros de altura  papaco2 aparentemente esse seria um protótipo do ser humano a ser criado...

E aí entra no que é, ao meu ver, o ponto mais interessante do filme. Eu já havia visto em alguns filmes a possibilidade de considerar andróides como algo equivalente ao ser humano, tendo alma e sentimentos próprios (e a segunda geração do Star Trek tem episódios fantásticos com esse tema), mas o que se tem aqui é ainda mais complexo: uma mulher criada a partir de uma imagem da mente por um ser desconhecido (mas que se mostra imperfeito, isso é evidente pela tentativa frustrada de reproduzir um pedaço da terra, mostrada ao fim do filme)... ela poderia realmente ser considerada uma vida? ou defendê-la seria ir contra a lógica, agindo apenas pelos sentimentos causados pela semelhança com um amor passado e impossível de retornar?

Outro ponto forte é o tom de romance trágico que o filme termina... pelo que pude entender, o protagonista decide esperar no planeta a volta da imagem de sua amada, tendo uma angústia tripla pois não se tem ideia se ela é real, nem sabe se ela pode mesmo voltar algum dia e ainda tem que viver em um mundo incompleto e cheio de falhas... isso que é amor  bro

Com tudo isso, e provavelmente outros aspectos mais que a minha mente leiga não pôde notar, somado à tensão proporcionada, os diálogos sutis e uma bela fotografia, minha nota só pode ser 10.
Alô Pablo... Dá uma olhada nisso...  Awayeah Awayeah Awayeah 

25 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Seg Abr 28, 2014 11:14 pm

Renato Luiz

avatar
Gabo escreveu:
Spoiler:
Bom, pra começar esse é um filme bastante complexo, portanto não sei se entendi exatamente o que o diretor quis passar  Think mas tenho algumas interpretações, então vou me basear nelas para descrever minhas opiniões...

Me parece que esse filme é bastante comparado com 2001, que eu não assisti, assim como não lembro de ter visto nenhum filme com essa temática desta época... porém já vi a maior parte dos episódios do Star Trek clássico, isso serviu como base e também percebi algo interessante: quando o homem começou a explorar o espaço, creio que não demorou muito para se imaginar explorando outras galáxias e planetas, e fazendo contato com seres extraterrestres. Quando isso foi transposto para a ficção foram geradas inúmeras possibilidades, tornando o gênero fascinante ( Nerd )... realmente uma das coisas que eu mais gosto no Star Trek é essa diversidade de situações, são encontrados planetas com condições semelhantes à terra, alguns habitantes são humanóides e primitivos, outros tem poderes tão incríveis que podem ser considerados deuses, e por aí vai. O filme segue essa mesma ideia, onde é proposto um planeta com habitantes desconhecidos, mas sabe-se que existe ao menos um e com poderes elevados.

Pois bem, eu acredito que o que existia em Solaris era uma espécie de deus, e que na época de exploração da nave, ainda estava criando o planeta em questão. Se comparar com o Deus bíblico, no início do livro do gênesis é dito:

1 No princípio Deus criou os céus e a terra.
2 Era a terra sem forma e vazia; trevas co­briam a face do abismo, e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
3 Disse Deus: "Haja luz", e houve luz.
4 Deus viu que a luz era boa, e separou a luz das trevas.
5 Deus chamou à luz dia, e às trevas cha­mou noite. Passaram-se a tarde ­e a manhã; esse foi o primeiro dia.
6 Depois disse Deus: "Haja entre as águas um firmamento que separe águas de águas".
7 En­tão Deus fez o firmamento e separou as águas que ficaram abaixo do firmamento das que ficaram por cima. E assim foi.
8 Ao firma­mento, Deus chamou céu. Passaram-se a tarde e a manhã; esse foi o segundo dia.

Esse cenário é bem semelhante ao mostrado no filme, além de que o ser de Solaris poderia muito bem ser apenas um espírito, já que não aparece em forma física, mas é capaz de ler consciências e saber o que está se passando em lugares que aparentemente não está presente. O que parece ter acontecido é que a nave chegou no meio do processo de criação, e o tal deus, surpreendido pela novidade, buscou nos tripulantes uma forma de inspiração para "incrementar" o seu planeta. Ainda há o fato do cara relatar que viu uma criança gigante de 4 metros de altura  papaco2 aparentemente esse seria um protótipo do ser humano a ser criado...

E aí entra no que é, ao meu ver, o ponto mais interessante do filme. Eu já havia visto em alguns filmes a possibilidade de considerar andróides como algo equivalente ao ser humano, tendo alma e sentimentos próprios (e a segunda geração do Star Trek tem episódios fantásticos com esse tema), mas o que se tem aqui é ainda mais complexo: uma mulher criada a partir de uma imagem da mente por um ser desconhecido (mas que se mostra imperfeito, isso é evidente pela tentativa frustrada de reproduzir um pedaço da terra, mostrada ao fim do filme)... ela poderia realmente ser considerada uma vida? ou defendê-la seria ir contra a lógica, agindo apenas pelos sentimentos causados pela semelhança com um amor passado e impossível de retornar?

Outro ponto forte é o tom de romance trágico que o filme termina... pelo que pude entender, o protagonista decide esperar no planeta a volta da imagem de sua amada, tendo uma angústia tripla pois não se tem ideia se ela é real, nem sabe se ela pode mesmo voltar algum dia e ainda tem que viver em um mundo incompleto e cheio de falhas... isso que é amor  bro

Com tudo isso, e provavelmente outros aspectos mais que a minha mente leiga não pôde notar, somado à tensão proporcionada, os diálogos sutis e uma bela fotografia, minha nota só pode ser 10.

 Notbad Notbad Notbad 

Quando vi pela 2ª vez, depois de conhecer Star Trek, pensei a mesma coisa, é quase como um episódio de Star Trek, só que muito mais aprofundado.

http://egocerebral.blogspot.com

26 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Ter Abr 29, 2014 9:16 am

@StreetPreachers

avatar
Gabo escreveu:
Spoiler:
Bom, pra começar esse é um filme bastante complexo, portanto não sei se entendi exatamente o que o diretor quis passar  Think mas tenho algumas interpretações, então vou me basear nelas para descrever minhas opiniões...

Me parece que esse filme é bastante comparado com 2001, que eu não assisti, assim como não lembro de ter visto nenhum filme com essa temática desta época... porém já vi a maior parte dos episódios do Star Trek clássico, isso serviu como base e também percebi algo interessante: quando o homem começou a explorar o espaço, creio que não demorou muito para se imaginar explorando outras galáxias e planetas, e fazendo contato com seres extraterrestres. Quando isso foi transposto para a ficção foram geradas inúmeras possibilidades, tornando o gênero fascinante ( Nerd )... realmente uma das coisas que eu mais gosto no Star Trek é essa diversidade de situações, são encontrados planetas com condições semelhantes à terra, alguns habitantes são humanóides e primitivos, outros tem poderes tão incríveis que podem ser considerados deuses, e por aí vai. O filme segue essa mesma ideia, onde é proposto um planeta com habitantes desconhecidos, mas sabe-se que existe ao menos um e com poderes elevados.

Pois bem, eu acredito que o que existia em Solaris era uma espécie de deus, e que na época de exploração da nave, ainda estava criando o planeta em questão. Se comparar com o Deus bíblico, no início do livro do gênesis é dito:

1 No princípio Deus criou os céus e a terra.
2 Era a terra sem forma e vazia; trevas co­briam a face do abismo, e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
3 Disse Deus: "Haja luz", e houve luz.
4 Deus viu que a luz era boa, e separou a luz das trevas.
5 Deus chamou à luz dia, e às trevas cha­mou noite. Passaram-se a tarde ­e a manhã; esse foi o primeiro dia.
6 Depois disse Deus: "Haja entre as águas um firmamento que separe águas de águas".
7 En­tão Deus fez o firmamento e separou as águas que ficaram abaixo do firmamento das que ficaram por cima. E assim foi.
8 Ao firma­mento, Deus chamou céu. Passaram-se a tarde e a manhã; esse foi o segundo dia.

Esse cenário é bem semelhante ao mostrado no filme, além de que o ser de Solaris poderia muito bem ser apenas um espírito, já que não aparece em forma física, mas é capaz de ler consciências e saber o que está se passando em lugares que aparentemente não está presente. O que parece ter acontecido é que a nave chegou no meio do processo de criação, e o tal deus, surpreendido pela novidade, buscou nos tripulantes uma forma de inspiração para "incrementar" o seu planeta. Ainda há o fato do cara relatar que viu uma criança gigante de 4 metros de altura  papaco2 aparentemente esse seria um protótipo do ser humano a ser criado...

E aí entra no que é, ao meu ver, o ponto mais interessante do filme. Eu já havia visto em alguns filmes a possibilidade de considerar andróides como algo equivalente ao ser humano, tendo alma e sentimentos próprios (e a segunda geração do Star Trek tem episódios fantásticos com esse tema), mas o que se tem aqui é ainda mais complexo: uma mulher criada a partir de uma imagem da mente por um ser desconhecido (mas que se mostra imperfeito, isso é evidente pela tentativa frustrada de reproduzir um pedaço da terra, mostrada ao fim do filme)... ela poderia realmente ser considerada uma vida? ou defendê-la seria ir contra a lógica, agindo apenas pelos sentimentos causados pela semelhança com um amor passado e impossível de retornar?

Outro ponto forte é o tom de romance trágico que o filme termina... pelo que pude entender, o protagonista decide esperar no planeta a volta da imagem de sua amada, tendo uma angústia tripla pois não se tem ideia se ela é real, nem sabe se ela pode mesmo voltar algum dia e ainda tem que viver em um mundo incompleto e cheio de falhas... isso que é amor  bro

Com tudo isso, e provavelmente outros aspectos mais que a minha mente leiga não pôde notar, somado à tensão proporcionada, os diálogos sutis e uma bela fotografia, minha nota só pode ser 10.
Pensando se devo ler agora ou depois de ver o filme  Think  Sinister 

https://www.skoob.com.br/usuario/3850039

27 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Ter Abr 29, 2014 10:18 am

Gabo

avatar
ShaucaMovie escreveu:
Gabo escreveu:
Spoiler:
Bom, pra começar esse é um filme bastante complexo, portanto não sei se entendi exatamente o que o diretor quis passar  Think mas tenho algumas interpretações, então vou me basear nelas para descrever minhas opiniões...

Me parece que esse filme é bastante comparado com 2001, que eu não assisti, assim como não lembro de ter visto nenhum filme com essa temática desta época... porém já vi a maior parte dos episódios do Star Trek clássico, isso serviu como base e também percebi algo interessante: quando o homem começou a explorar o espaço, creio que não demorou muito para se imaginar explorando outras galáxias e planetas, e fazendo contato com seres extraterrestres. Quando isso foi transposto para a ficção foram geradas inúmeras possibilidades, tornando o gênero fascinante ( Nerd )... realmente uma das coisas que eu mais gosto no Star Trek é essa diversidade de situações, são encontrados planetas com condições semelhantes à terra, alguns habitantes são humanóides e primitivos, outros tem poderes tão incríveis que podem ser considerados deuses, e por aí vai. O filme segue essa mesma ideia, onde é proposto um planeta com habitantes desconhecidos, mas sabe-se que existe ao menos um e com poderes elevados.

Pois bem, eu acredito que o que existia em Solaris era uma espécie de deus, e que na época de exploração da nave, ainda estava criando o planeta em questão. Se comparar com o Deus bíblico, no início do livro do gênesis é dito:

1 No princípio Deus criou os céus e a terra.
2 Era a terra sem forma e vazia; trevas co­briam a face do abismo, e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
3 Disse Deus: "Haja luz", e houve luz.
4 Deus viu que a luz era boa, e separou a luz das trevas.
5 Deus chamou à luz dia, e às trevas cha­mou noite. Passaram-se a tarde ­e a manhã; esse foi o primeiro dia.
6 Depois disse Deus: "Haja entre as águas um firmamento que separe águas de águas".
7 En­tão Deus fez o firmamento e separou as águas que ficaram abaixo do firmamento das que ficaram por cima. E assim foi.
8 Ao firma­mento, Deus chamou céu. Passaram-se a tarde e a manhã; esse foi o segundo dia.

Esse cenário é bem semelhante ao mostrado no filme, além de que o ser de Solaris poderia muito bem ser apenas um espírito, já que não aparece em forma física, mas é capaz de ler consciências e saber o que está se passando em lugares que aparentemente não está presente. O que parece ter acontecido é que a nave chegou no meio do processo de criação, e o tal deus, surpreendido pela novidade, buscou nos tripulantes uma forma de inspiração para "incrementar" o seu planeta. Ainda há o fato do cara relatar que viu uma criança gigante de 4 metros de altura  papaco2 aparentemente esse seria um protótipo do ser humano a ser criado...

E aí entra no que é, ao meu ver, o ponto mais interessante do filme. Eu já havia visto em alguns filmes a possibilidade de considerar andróides como algo equivalente ao ser humano, tendo alma e sentimentos próprios (e a segunda geração do Star Trek tem episódios fantásticos com esse tema), mas o que se tem aqui é ainda mais complexo: uma mulher criada a partir de uma imagem da mente por um ser desconhecido (mas que se mostra imperfeito, isso é evidente pela tentativa frustrada de reproduzir um pedaço da terra, mostrada ao fim do filme)... ela poderia realmente ser considerada uma vida? ou defendê-la seria ir contra a lógica, agindo apenas pelos sentimentos causados pela semelhança com um amor passado e impossível de retornar?

Outro ponto forte é o tom de romance trágico que o filme termina... pelo que pude entender, o protagonista decide esperar no planeta a volta da imagem de sua amada, tendo uma angústia tripla pois não se tem ideia se ela é real, nem sabe se ela pode mesmo voltar algum dia e ainda tem que viver em um mundo incompleto e cheio de falhas... isso que é amor  bro

Com tudo isso, e provavelmente outros aspectos mais que a minha mente leiga não pôde notar, somado à tensão proporcionada, os diálogos sutis e uma bela fotografia, minha nota só pode ser 10.
Alô Pablo... Dá uma olhada nisso...  Awayeah Awayeah Awayeah 

 L0L 

28 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Ter Abr 29, 2014 10:19 am

Gabo

avatar
Renato escreveu:
Gabo escreveu:
Spoiler:
Bom, pra começar esse é um filme bastante complexo, portanto não sei se entendi exatamente o que o diretor quis passar  Think mas tenho algumas interpretações, então vou me basear nelas para descrever minhas opiniões...

Me parece que esse filme é bastante comparado com 2001, que eu não assisti, assim como não lembro de ter visto nenhum filme com essa temática desta época... porém já vi a maior parte dos episódios do Star Trek clássico, isso serviu como base e também percebi algo interessante: quando o homem começou a explorar o espaço, creio que não demorou muito para se imaginar explorando outras galáxias e planetas, e fazendo contato com seres extraterrestres. Quando isso foi transposto para a ficção foram geradas inúmeras possibilidades, tornando o gênero fascinante ( Nerd )... realmente uma das coisas que eu mais gosto no Star Trek é essa diversidade de situações, são encontrados planetas com condições semelhantes à terra, alguns habitantes são humanóides e primitivos, outros tem poderes tão incríveis que podem ser considerados deuses, e por aí vai. O filme segue essa mesma ideia, onde é proposto um planeta com habitantes desconhecidos, mas sabe-se que existe ao menos um e com poderes elevados.

Pois bem, eu acredito que o que existia em Solaris era uma espécie de deus, e que na época de exploração da nave, ainda estava criando o planeta em questão. Se comparar com o Deus bíblico, no início do livro do gênesis é dito:

1 No princípio Deus criou os céus e a terra.
2 Era a terra sem forma e vazia; trevas co­briam a face do abismo, e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
3 Disse Deus: "Haja luz", e houve luz.
4 Deus viu que a luz era boa, e separou a luz das trevas.
5 Deus chamou à luz dia, e às trevas cha­mou noite. Passaram-se a tarde ­e a manhã; esse foi o primeiro dia.
6 Depois disse Deus: "Haja entre as águas um firmamento que separe águas de águas".
7 En­tão Deus fez o firmamento e separou as águas que ficaram abaixo do firmamento das que ficaram por cima. E assim foi.
8 Ao firma­mento, Deus chamou céu. Passaram-se a tarde e a manhã; esse foi o segundo dia.

Esse cenário é bem semelhante ao mostrado no filme, além de que o ser de Solaris poderia muito bem ser apenas um espírito, já que não aparece em forma física, mas é capaz de ler consciências e saber o que está se passando em lugares que aparentemente não está presente. O que parece ter acontecido é que a nave chegou no meio do processo de criação, e o tal deus, surpreendido pela novidade, buscou nos tripulantes uma forma de inspiração para "incrementar" o seu planeta. Ainda há o fato do cara relatar que viu uma criança gigante de 4 metros de altura  papaco2 aparentemente esse seria um protótipo do ser humano a ser criado...

E aí entra no que é, ao meu ver, o ponto mais interessante do filme. Eu já havia visto em alguns filmes a possibilidade de considerar andróides como algo equivalente ao ser humano, tendo alma e sentimentos próprios (e a segunda geração do Star Trek tem episódios fantásticos com esse tema), mas o que se tem aqui é ainda mais complexo: uma mulher criada a partir de uma imagem da mente por um ser desconhecido (mas que se mostra imperfeito, isso é evidente pela tentativa frustrada de reproduzir um pedaço da terra, mostrada ao fim do filme)... ela poderia realmente ser considerada uma vida? ou defendê-la seria ir contra a lógica, agindo apenas pelos sentimentos causados pela semelhança com um amor passado e impossível de retornar?

Outro ponto forte é o tom de romance trágico que o filme termina... pelo que pude entender, o protagonista decide esperar no planeta a volta da imagem de sua amada, tendo uma angústia tripla pois não se tem ideia se ela é real, nem sabe se ela pode mesmo voltar algum dia e ainda tem que viver em um mundo incompleto e cheio de falhas... isso que é amor  bro

Com tudo isso, e provavelmente outros aspectos mais que a minha mente leiga não pôde notar, somado à tensão proporcionada, os diálogos sutis e uma bela fotografia, minha nota só pode ser 10.

 Notbad Notbad Notbad 

Quando vi pela 2ª vez, depois de conhecer Star Trek, pensei a mesma coisa, é quase como um episódio de Star Trek, só que muito mais aprofundado.

É verdade  Think 

29 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Ter Abr 29, 2014 11:07 am

Gabo

avatar
@StreetPítchis escreveu:
Gabo escreveu:
Spoiler:
Bom, pra começar esse é um filme bastante complexo, portanto não sei se entendi exatamente o que o diretor quis passar  Think mas tenho algumas interpretações, então vou me basear nelas para descrever minhas opiniões...

Me parece que esse filme é bastante comparado com 2001, que eu não assisti, assim como não lembro de ter visto nenhum filme com essa temática desta época... porém já vi a maior parte dos episódios do Star Trek clássico, isso serviu como base e também percebi algo interessante: quando o homem começou a explorar o espaço, creio que não demorou muito para se imaginar explorando outras galáxias e planetas, e fazendo contato com seres extraterrestres. Quando isso foi transposto para a ficção foram geradas inúmeras possibilidades, tornando o gênero fascinante ( Nerd )... realmente uma das coisas que eu mais gosto no Star Trek é essa diversidade de situações, são encontrados planetas com condições semelhantes à terra, alguns habitantes são humanóides e primitivos, outros tem poderes tão incríveis que podem ser considerados deuses, e por aí vai. O filme segue essa mesma ideia, onde é proposto um planeta com habitantes desconhecidos, mas sabe-se que existe ao menos um e com poderes elevados.

Pois bem, eu acredito que o que existia em Solaris era uma espécie de deus, e que na época de exploração da nave, ainda estava criando o planeta em questão. Se comparar com o Deus bíblico, no início do livro do gênesis é dito:

1 No princípio Deus criou os céus e a terra.
2 Era a terra sem forma e vazia; trevas co­briam a face do abismo, e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
3 Disse Deus: "Haja luz", e houve luz.
4 Deus viu que a luz era boa, e separou a luz das trevas.
5 Deus chamou à luz dia, e às trevas cha­mou noite. Passaram-se a tarde ­e a manhã; esse foi o primeiro dia.
6 Depois disse Deus: "Haja entre as águas um firmamento que separe águas de águas".
7 En­tão Deus fez o firmamento e separou as águas que ficaram abaixo do firmamento das que ficaram por cima. E assim foi.
8 Ao firma­mento, Deus chamou céu. Passaram-se a tarde e a manhã; esse foi o segundo dia.

Esse cenário é bem semelhante ao mostrado no filme, além de que o ser de Solaris poderia muito bem ser apenas um espírito, já que não aparece em forma física, mas é capaz de ler consciências e saber o que está se passando em lugares que aparentemente não está presente. O que parece ter acontecido é que a nave chegou no meio do processo de criação, e o tal deus, surpreendido pela novidade, buscou nos tripulantes uma forma de inspiração para "incrementar" o seu planeta. Ainda há o fato do cara relatar que viu uma criança gigante de 4 metros de altura  papaco2 aparentemente esse seria um protótipo do ser humano a ser criado...

E aí entra no que é, ao meu ver, o ponto mais interessante do filme. Eu já havia visto em alguns filmes a possibilidade de considerar andróides como algo equivalente ao ser humano, tendo alma e sentimentos próprios (e a segunda geração do Star Trek tem episódios fantásticos com esse tema), mas o que se tem aqui é ainda mais complexo: uma mulher criada a partir de uma imagem da mente por um ser desconhecido (mas que se mostra imperfeito, isso é evidente pela tentativa frustrada de reproduzir um pedaço da terra, mostrada ao fim do filme)... ela poderia realmente ser considerada uma vida? ou defendê-la seria ir contra a lógica, agindo apenas pelos sentimentos causados pela semelhança com um amor passado e impossível de retornar?

Outro ponto forte é o tom de romance trágico que o filme termina... pelo que pude entender, o protagonista decide esperar no planeta a volta da imagem de sua amada, tendo uma angústia tripla pois não se tem ideia se ela é real, nem sabe se ela pode mesmo voltar algum dia e ainda tem que viver em um mundo incompleto e cheio de falhas... isso que é amor  bro

Com tudo isso, e provavelmente outros aspectos mais que a minha mente leiga não pôde notar, somado à tensão proporcionada, os diálogos sutis e uma bela fotografia, minha nota só pode ser 10.
Pensando se devo ler agora ou depois de ver o filme  Think  Sinister 

É melhor ler depois, tem muitos spoilers ae

30 Re: Todos Assistem 7.2 - Solaris (1972) em Ter Abr 29, 2014 11:16 am

@StreetPreachers

avatar
Gabo escreveu:
@StreetPítchis escreveu:
Gabo escreveu:
Spoiler:
Bom, pra começar esse é um filme bastante complexo, portanto não sei se entendi exatamente o que o diretor quis passar  Think mas tenho algumas interpretações, então vou me basear nelas para descrever minhas opiniões...

Me parece que esse filme é bastante comparado com 2001, que eu não assisti, assim como não lembro de ter visto nenhum filme com essa temática desta época... porém já vi a maior parte dos episódios do Star Trek clássico, isso serviu como base e também percebi algo interessante: quando o homem começou a explorar o espaço, creio que não demorou muito para se imaginar explorando outras galáxias e planetas, e fazendo contato com seres extraterrestres. Quando isso foi transposto para a ficção foram geradas inúmeras possibilidades, tornando o gênero fascinante ( Nerd )... realmente uma das coisas que eu mais gosto no Star Trek é essa diversidade de situações, são encontrados planetas com condições semelhantes à terra, alguns habitantes são humanóides e primitivos, outros tem poderes tão incríveis que podem ser considerados deuses, e por aí vai. O filme segue essa mesma ideia, onde é proposto um planeta com habitantes desconhecidos, mas sabe-se que existe ao menos um e com poderes elevados.

Pois bem, eu acredito que o que existia em Solaris era uma espécie de deus, e que na época de exploração da nave, ainda estava criando o planeta em questão. Se comparar com o Deus bíblico, no início do livro do gênesis é dito:

1 No princípio Deus criou os céus e a terra.
2 Era a terra sem forma e vazia; trevas co­briam a face do abismo, e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
3 Disse Deus: "Haja luz", e houve luz.
4 Deus viu que a luz era boa, e separou a luz das trevas.
5 Deus chamou à luz dia, e às trevas cha­mou noite. Passaram-se a tarde ­e a manhã; esse foi o primeiro dia.
6 Depois disse Deus: "Haja entre as águas um firmamento que separe águas de águas".
7 En­tão Deus fez o firmamento e separou as águas que ficaram abaixo do firmamento das que ficaram por cima. E assim foi.
8 Ao firma­mento, Deus chamou céu. Passaram-se a tarde e a manhã; esse foi o segundo dia.

Esse cenário é bem semelhante ao mostrado no filme, além de que o ser de Solaris poderia muito bem ser apenas um espírito, já que não aparece em forma física, mas é capaz de ler consciências e saber o que está se passando em lugares que aparentemente não está presente. O que parece ter acontecido é que a nave chegou no meio do processo de criação, e o tal deus, surpreendido pela novidade, buscou nos tripulantes uma forma de inspiração para "incrementar" o seu planeta. Ainda há o fato do cara relatar que viu uma criança gigante de 4 metros de altura  papaco2 aparentemente esse seria um protótipo do ser humano a ser criado...

E aí entra no que é, ao meu ver, o ponto mais interessante do filme. Eu já havia visto em alguns filmes a possibilidade de considerar andróides como algo equivalente ao ser humano, tendo alma e sentimentos próprios (e a segunda geração do Star Trek tem episódios fantásticos com esse tema), mas o que se tem aqui é ainda mais complexo: uma mulher criada a partir de uma imagem da mente por um ser desconhecido (mas que se mostra imperfeito, isso é evidente pela tentativa frustrada de reproduzir um pedaço da terra, mostrada ao fim do filme)... ela poderia realmente ser considerada uma vida? ou defendê-la seria ir contra a lógica, agindo apenas pelos sentimentos causados pela semelhança com um amor passado e impossível de retornar?

Outro ponto forte é o tom de romance trágico que o filme termina... pelo que pude entender, o protagonista decide esperar no planeta a volta da imagem de sua amada, tendo uma angústia tripla pois não se tem ideia se ela é real, nem sabe se ela pode mesmo voltar algum dia e ainda tem que viver em um mundo incompleto e cheio de falhas... isso que é amor  bro

Com tudo isso, e provavelmente outros aspectos mais que a minha mente leiga não pôde notar, somado à tensão proporcionada, os diálogos sutis e uma bela fotografia, minha nota só pode ser 10.
Pensando se devo ler agora ou depois de ver o filme  Think  Sinister 

É melhor ler depois, tem muitos spoilers ae
Blz ^^

https://www.skoob.com.br/usuario/3850039

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 2]

Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum